CBCf e Corinthians assinam convênio para formação de atletas olímpicos e paraolímpicos
22/06/2016

Natação, voleibol, handebol, judô, basquetebol, taekwondo e tênis olímpicos e também a natação paraolímpica.  Essas são as modalidades do Sport Club Corinthians Paulista que passam a contar com recursos descentralizados pela Confederação Brasileira de Clubes - CBCf para a formação de seus atletas olímpicos e paraolímpicos contemplados por convênio que foi assinado nesta terça-feira, 21/06, na sede do clube em São Paulo – SP.

 

 “Esse momento é histórico para o Corinthians. Nos seus mais de 100 anos, é a primeira vez que o Corinthians alcança um valor, não o tamanho do valor, e, sim, o convênio para que a gente invista mais naquilo que mais nos alegra aqui no clube, que é a juventude dos atletas. Isso já é um motivo de muito orgulho para nós da diretoria, a quem eu quero agradecer bastante, a todos diretores que fizeram parte deste processo, que eu sei que não foi fácil”, disse Roberto de Andrade.

 

O Corinthians enviou o projeto intitulado “Corinthians Olímpico” por meio de chamada pública (Edital de Chamamento Interno de Projetos nº 5), o qual foi analisado e classificado por uma comissão técnica especializada, privilegiando a democracia e transparência no processo. Tal edital prevê a aquisição e instalação de materiais e equipamentos esportivos.

 

“O clube precisa ter um trabalho reconhecido, uma experiência na modalidade que apresentou a proposta, ter estrutura, recursos humanos e demais requisitos como a adequação do seu estatuto e estar em dia com os tributos públicos” explica a ex-jogadora de vôlei e medalhista olímpica Ana Moser, uma das integrantes desta comissão técnica que analisa e classifica tais projetos.

 

“Eu sei do imenso trabalho que vocês atletas realizam aqui no Sport Club Corinthians Paulista. Então, para nós é um orgulho e uma satisfação de ver o Corinthians receber também estes primeiros recursos para o esporte olímpico e paraolímpico e para que realmente seja o primeiro de muitos que virão”, comentou Jair Alfredo Pereira, Presidente da CBCf.

 

Fonte: http://cbc-clubes.com.br/site/institucional/noticias_view.php?id=1253